O mercado de vendas online não para de crescer, por isso, no post de hoje, você aprenderá como funciona o Google Shopping. Ela funciona como uma vitrine virtual do Google para oferecer produtos que os usuários têm procurado no buscador.

Os anúncios do Google Shopping são pagos, inclusive, eles aparecem na página antes dos links patrocinados. Por esta visibilidade, têm anunciantes obtendo taxas de conversão de 130% a mais quando confrontado aos anúncios normais de vendas.

Em 2015, os empresários gastaram 47% mais no Google Shopping Ads, que 2014. Veja como ter bons resultados. Confira!

Como funciona o Google Shopping?

Os produtos são selecionados por loja, nome, preço, descrição, categoria e aparecem em formato de carrossel. Há integração entre as lojas cadastradas e o Google Shopping.

As buscas não dependem de palavras-chave. Elas são feitas por meio de características dos produtos cadastrados e demais informações no seu feed de dados na conta do Google Merchant Center. Essa conta também deve estar integrada ao seu cadastro do Google Adwords, para que possa configurar sua campanha, definir os lances e o orçamento.

Quais os 3 passos para anunciar no Google Shopping?

Aumente o seu faturamento, já que o Google Shopping traz boas oportunidades para isso. Assim, veja como fazer seu cadastro:

  • configure seu arquivo XML, com todos os produtos que constam em sua loja virtual, com categoria, nome, preço e quantidade, isso se já trabalha com uma plataforma de e-commerce. Caso sua plataforma não tem o XML, você deve criar o arquivo. Veja aqui como fazer;
  • cadastre-se no Google Merchant Center, preencha todas as informações solicitadas, depois clique em produtos, feed e suba o arquivo XML que você já tem. Lembre-se de configurar o país de destino;
  • integre o GMC a sua conta AdWords para criar as suas campanhas. Vá ao GMC, no menu suspenso aparecem três pontos, acesse vinculação de contas e, depois, Google Adwords. Digite o ID da conta do Ads, clique em adicionar, acesse o Google Adwords. Por fim, criar campanha do Google Shopping.

Qual o futuro do Google Shopping?

Adotar tendências. O Google atualiza os algoritmos constantemente e, com isso, você precisa estar atento às mudanças e novidades que ele traz. Por exemplo, estão estudando a inserção de um botão “Comprar agora”. Para o consumidor, isso é vantajoso porque não terá que mudar de página para adquirir o produto, já para a loja virtual diminuirá a experiência de acesso à sua página e sua empresa terá de ampliar as ações de marketing no mecanismo de busca.

Outra novidade são os anúncios de inventário, recentes no Google Shopping, que auxiliam a informação de que determinado produto está disponível.

A busca por um equilíbrio onde consumidor e lojas saem beneficiados ainda é longa, porém, pesquisas e testes são sempre bem-vindos para melhorar a experiência de compra, aumentar o comércio online e o faturamento das empresas.

Independente das alterações, ainda é vantajoso estar presente no Google Shopping porque:

  • aumenta o tráfego, pois, os cliques do Google Shopping direcionarão para sua loja online;
  • clientes mais qualificados buscam informações com a intenção de comprar o produto;
  • conversão em compra, visto que o cliente já filtrou todas as informações que considera importante;
  • aparece mais vezes nas buscas, sendo que seus anúncios podem dividir espaço com os links patrocinados de sua loja;
  • monitora a performance das suas vendas, por meio de relatórios detalhados de análise de desempenho e ainda de sua concorrência.

Entendeu como funciona o Google Shopping? Então se cadastre e pare de deixar dinheiro na mesa. Agora, leia sobre o que é e como integrar canais de vendas por meio do Ominchannel?