Ao longo dos anos, com a popularidade da internet, cada vez mais empresas estão possibilitando as compras online, criando suas lojas virtuais, também conhecidas como e-commerces. E uma das grandes estratégias dessas empresas é o SEO em e-commerce.

 

Mas antes de explicar o que isso significa, é interessante que você entenda o porquê da criação dessa e de outras estratégias online, que vem sendo cada vez mais utilizadas por equipes de marketing para fazer marcas e empresas se destacarem.

Entenda o que é SEO

Com o crescimento da compra e venda online, muitas lojas passaram a concorrer diretamente em ambiente virtual. E para que alguma prevalecesse e se destacasse nessa plataforma web, tornaram-se necessárias algumas estratégias.

 

Claro que as empresas ou marcas que têm um valor reconhecido mundialmente acabam sendo mais fáceis de serem encontradas. Entretanto, é possível encontrar, em uma busca rápida na internet, algumas evidências de que nem elas utilizam SEO em seus sites.

 

SEO significa Search Engine Optimization, ou em português algo parecido com uma otimização da engrenagem de procura. O SEO de um site pode ser melhorado se forem fornecidas informações corretas, utilizando ferramentas apropriadas.

 

Por exemplo, uma empresa de cameras de segurança tem um site de vendas e busca por clientes na plataforma. É possível que os dados e informações da empresa, que são mostradas em seu site, acabem sendo filtrados pelo Google.

 

O Google é um dos buscadores mais utilizados mundialmente. É por lá que muitas pessoas conseguem informações sobre empresas e seus produtos e serviços, sempre descobrindo novas possibilidades de compra, que são sempre favoráveis.

 

Se a mesma empresa de câmeras trabalhar bem o SEO de seu e-commerce, é possível que, ao pesquisarem sobre os produtos que ela vende, a loja seja uma das primeiras, ou se não a primeira opção para um futuro cliente no Google.

 

Por isso, trabalhar essas informações em um site é tão importante. Independentemente do produto ou serviço que você oferece, se você não estiver aparecendo nos principais buscadores, é como se sua empresa não existisse. Logo, você não fará novas vendas.

 

Mas para além de uma simples transação de compra, sua marca deve muito a uma otimização de SEO. Trabalhando a favor dessa prática de filtro, que aliás é gratuita, você atinge conquistas incríveis.

Conquistando a confiança dos usuários

Para muitas pessoas, se apareceu no Google, é porque é confiável e é de verdade. Esse pensamento é o mesmo com uma empresa que é filtrada e mostrada como resultado nas buscas por produtos e serviços.

Atrair visitas orgânicas, ou seja, de graça

Como dito, o ranqueamento pelo Google é gratuito. Ou seja, você não precisa pagar para ser uma das lojas mais achadas nas pesquisas pela internet.

 

Claro que saber sobre as técnicas demanda esforço e conhecimento dos profissionais da área de marketing. Por isso, contratá-los faz toda a diferença para um negócio.

Criar clientes qualificados para venda

Criando essas possibilidades de encontro do seu cliente com a sua loja, você acaba sujeitando essa pessoa a conhecer melhor, gostar e comprar seu produto de uma vez.

 

Se está havendo uma pesquisa sobre alguma demanda dessa pessoa, é possível que ela esteja com urgência. Logo, criando um ambiente perfeito no seu e-commerce, você sai na frente de seus concorrentes e retém um lead qualificado.

 

Esse pode ser o caso, por exemplo, de empresas de consultoria ambiental que precisam conversar especialmente com clientes de determinados locais do país. Quanto mais específicas foram as palavras, melhor será a busca.

Ganho de autoridade no seu mercado

Quanto mais você trabalhar para melhorar as técnicas de SEO usadas em seu e-commerce, mais você aparecerá como um dos principais resultados, o que te dá ainda mais chances de ser reconhecido pelo mercado como autoridade máxima para tal serviço ou produto.

Vantagem acima de empresas sem SEO

Adivinhe só, nesse exato momento muitas empresas não estão fazendo SEO em suas lojas online, o que com certeza abre vantagem para que você faça e atraia os clientes primeiro!

Como começar a fazer SEO no e-commerce?

Agora que você já sabe o que significa SEO e quais as vantagens de fazer essa técnica no seu e-commerce, vamos para algumas dicas de como começar a fazer as primeiras modificações para levar seu site ao máximo tópico nas pesquisas.

 

Embora sejam algumas práticas facilmente resolvidas por profissionais de marketing e comunicação, você consegue fazê-las com um pouco de dedicação. Vamos lá:

1 – Palavras-Chave

A primeira coisa que você deve fazer é pesquisar quais as melhores palavras-chave para o seu tipo de negócio, para aí sim inseri-las na sua loja.

 

Por exemplo, se você tem uma empresa de paisagismo, é  possível que algumas palavras sejam similares nas pesquisas de pessoas que procuram o seu serviço. Podem ser palavras como: plantas, jardins, paisagismo, mangueiras, árvores, jardineiros e por aí vai.

 

Mesmo que algumas palavras pareçam um tanto óbvias de serem inseridas nas pesquisas, a melhor coisa é você procurar em sites especializados em palavras-chave por cada ramo, nicho ou empresa. Não tem erro e ainda é mais seguro do que apenas arriscar.

 

Você pode encontrar palavras no estilo curto, também conhecidas como Head Tail ou palavras inseridas em frases, chamadas de Long Tail. 

 

Por exemplo, em uma empresas de seguros é possível que a Head Tail mais pesquisada seja “seguro”, e que a LongTail seja “seguro para idosos”.

 

Com essas palavras certas, passe então a colocar elas bem presentes nos títulos das páginas, em cabeçalhos, títulos de artigos de blogs, posts e em outros lugares que possam ser escritos textos. Vale lembrar que não é legal fazer isso de forma avulsa ou aleatória.

2 – URL atrativa e inteligente

URL basicamente é o nome da página, todas as letras ou números, entre barras e pontos, que aparece em nosso navegador em cada site que entramos. Ali também são retiradas informações que serão armazenadas como dados relevantes para o Google filtrar.

 

Por exemplo, se você tem uma página de serviços de abertura de empresa, sua URL pode ser www.abrasuaempresa22.com.br, essa, com certeza, será uma ótima opção.

 

Agora, se você fizer uma postagem, seja de artigo ou de produto, o início da URL será a mesma, mas será complementada com dados que podem ser editados. Por isso, evite deixar números e letras desconexas.

 

Essa prática, além de prejudicar seu ranqueamento, não parece tão atrativa para um cliente que está fazendo uma busca e vai cair na sua loja

3 – Use as Tags corretas em imagens

Partindo de uma mesma preocupação de uma URL ou uma descrição de títulos com palavras-chave, utilizar essas informações corretas que filtram a sua empresa são essenciais em qualquer mídia no site, desde fotos até os vídeos.

 

Lembre sempre de inserir essas informações antes de colocar essas mídias, porque assim o cliente poderá te achar rapidamente, justamente pela marcação que foi sinalizada.

4 – Foque em uma descrição impecável

Está vendendo produtos e serviços e quer ser achado facilmente? Invista em escrever o máximo de informação relevante que puder. Quanto mais palavras que sirvam para filtrar você nos resultados, melhor.

 

Por exemplo, se você estiver oferecendo aluguel de notebook, coloque todas as informações sobre os produtos ofertados, as vantagens, as negociações e as regras.

 

Lembre-se sempre de criar textos interessantes, que foquem não apenas em apresentar um produto, mas também induzir a pessoa a comprá-los. Ah, se tiverem termos mais complicados, procure explicá-los com clareza.

 

Algo que também equivale a uma descrição é a conhecida meta description. Essa descrição é uma ferramenta que auxilia no encontro das informações da sua loja pelos clientes, e como aparece nos resultados dos buscadores, é o primeiro contato seu com o comprador.

5 – Invista em link building

Uma boa dica de construção de SEO é passar a fazer o link building, que significa formar links dentro da própria página, levando a outros links do seu site.

 

Isso é uma ótima alternativa para ser relevante, justamente porque o Google entende que sites que fazem essa construção de links tendem a ter informações mais relevantes, logo, são um dos primeiros das listas de pesquisas.

 

Por exemplo, se você tem uma fábrica de camisetas personalizadas, é interessante que você tenha dentro do site alguns produtos que se relacionem com outros, e outros que se relacionem com artigos, e por aí vai. Claro, faça isso com atenção e clareza.

Cuidado com os erros comuns

Alguns erros são comuns na tentativa de muitas empresas em construírem um SEO de qualidade para seus e-commerces. Eles podem ser:

 

  • Produtos mal avaliados;
  • Links quebrados no site;
  • Conteúdos duplicados;
  • Plataformas lentas e não responsivas.

 

Tirando a qualidade de seus produtos e serviços, talvez o último ponto, sobre plataformas lentas e não responsivas seja a questão mais grave.

 

Por exemplo, se uma loja fabricante de fio paralelo não otimizar a experiência do usuário ao mexer na página, é possível que o cliente vá abandonar aquele site.

 

Entenda também que se o seu site não for atraente, ou seja, não tiver um bom layout e uma boa comunicação, de nada vai adiantar focar em um bom SEO.

 

Essas técnicas são importantes para o fortalecimento da sua marca, mas se você não se atentar para todos os detalhes que favorecem a compra do seu serviço, o efeito poderá ser contrário.

 

E aí, agora que já sabe exatamente como fazer para melhorar sua loja online, que tal começar hoje o SEO de e-commerce e vender ainda mais?

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.