O e-commerce está em constante crescimento e, conforme a internet e a tecnologia avançam, ele se mostra cada vez mais presente na vida das pessoas, abordando sempre preços acessíveis e bastante variedade, dependendo de onde procurar.

Mas para que ele seja funcional, é preciso que se saiba quais informações utilizar e como coletá-las de maneira assertiva, fazendo com que o negócio esteja sempre em evolução e tenha novas funcionalidades para oferecer, assim como produtos de qualidade.

Uma estratégia que vem sendo muito utilizada para atingir esse objetivo, mesmo que o foco do e-commerce seja a venda de bolsa para epi, é o data driven. Mas o que é esse termo e como ele funciona na prática?

Pensando nisso, o artigo de hoje abordará algumas dicas para que você consiga aplicar o data driven no seu e-commerce, abordando os conceitos, benefícios, vantagens e o seu impacto dentro da sua loja virtual, explorando ao máximo as maneiras de aplicação.

O cenário do e-commerce como um todo

Um e-commerce precisa se manter vivo para conseguir atrair mais clientes e se tornar ainda mais relevante para o seu negócio, mas sejamos sinceros, essa tarefa pode ser mais difícil do que se imagina, principalmente com o dinamismo que a internet traz.

Não só a forma de negociar mudou, mas as pessoas também mudaram com o passar dos anos. Mesmo uma empresa de lustres, para se manter ativa, deve no mínimo ofertar seus produtos em um site online para auxiliar nas vendas, dando o máximo de informações.

Porém, o interesse das pessoas muda com bastante frequência e, sua organização deve estar ciente disso e sempre que possível captar novas informações que a ajudem a dar um direcionamento para o seu negócio, conseguindo mantê-lo atrativo.

Em outras palavras, é preciso direcionar os seus esforços em informações corretas e confiáveis, pautadas pelos próprios dados informados pelos clientes, sendo extremamente importante para que a empresa saiba como vender sua janela de aluminio para cozinha de forma eficiente.

Por isso o data driven é tão necessário nos dias de hoje. Informação é poder e, quanto mais dados corretos a empresa tiver sobre algo, mais sucesso suas estratégias terão e maior será o seu crescimento, criando um efeito em cascata.

Os tópicos a seguir reunirão diversas informações que podem ser úteis e ensinar como o data driven é mais importante do que se imagina, por isso, confira!

Entenda o conceito de data driven

Desde uma empresa logística até uma empresa de extintores de incêndio, todas precisam se planejar em algum nível e, somente com informações concretas e reais que tal ação fará sentido e trará bons resultados.

Dessa forma, podemos dizer que o data driven nada mais é do que um adjetivo para processos que são orientados por dados ou que se baseiam na coleta de informações, ou seja, as informações coletadas são a base do planejamento e de tomadas de decisões.

A ideia principal é utilizar um enorme número de dados para se ter mais confiança na hora de tomar decisões e ser menos intuitivo. Isso reflete de várias maneiras na sua empresa, porém, mesmo quando ela é uma distribuidora de baterias, é preciso se basear em algo.

Isso porque, com um mercado que varia tanto e é tão dinâmico, qualquer análise feita às pressas e de forma errada pode prejudicar todo um segmento de negócio, além de trazer prejuízos para produtos bons e prejudicar, inclusive, seu relacionamento com investidores.

Em outras palavras, podemos dizer que as empresas data driven são focadas em coletar, gerenciar e executar ações e planejamentos que utilizam de dados como seu principal embasamento, tendo mais sucesso em suas estratégias de vendas, marketing e outros aspectos.

Esse conceito pode ser aplicado em qualquer tipo de empresa e até uma fabrica de painel de led tem muito a ganhar com o investimento em data driven. Podemos citar alguns benefícios como:

  • Maior certeza na tomada de decisões;
  • Melhor entendimento sobre o mercado e os clientes;
  • Mais adaptabilidade a mudanças repentinas;
  • Desenvolvimento certeiro de produtos e serviços;
  • Redução de custos no processo de compartilhamento de informação;
  • Maiores possibilidades de inovação.

Em outras palavras, podemos então compreender que a aplicação do data driven em sua empresa é completamente científica, abrindo menos margens para interpretações erradas do negócio, o que é ótimo, afinal, que empresa quer perder dinheiro em investimentos?

Aplicando o data driven: veja como

Agora que ficou mais claro como o data driven funciona e como ele pode afetar desde uma loja que vende impressoras até uma empresa que comercializa filtro de agua para torneira, chegou o momento de entender melhor como realizar a sua aplicação na prática.

Confira os tópicos a seguir onde uma série de informações que podem ser muito úteis para conseguir o seu objetivo de criar uma empresa focada em data driven.

01 – Invista em uma mudança cultural

Esse tópico talvez seja um dos mais difíceis, afinal, aplicar os processos tecnológicos, com o devido planejamento, não é difícil, mas é no máximo trabalhoso. O grande desafio é mudar a cultura da sua empresa e convencer os colaboradores de que isso é o melhor.

Ou seja, é preciso que os funcionários que realizarão a análise de dados, estipulem critérios para cada uma delas e entendam a fundo como eles podem ser utilizados, bem como eles precisam estar diretamente alinhados a uma cultura de automação e visão de data driven.

Deve ser estipulado padrões novos baseado na coleta e gestão das informações, evitando ao máximo os achismos ou intuição, os conhecidos insights. 

Inclusive, mesmo para um erp para logística isso pode se tornar complicado, afinal, as pessoas trabalharam boa parte da vida de uma forma, e mudar bruscamente pode impactar o geral.

Portanto, busque fazer palestras, e-mails de conscientização e informar os líderes de operações para conduzirem sua equipe da melhor forma possível, para que assim, essa cultura vire algo normal dentro da sua empresa.

02 – É preciso uma boa gestão

Quando dizemos que é preciso uma boa gestão, não estamos dizendo só do líder das equipes que deve estar sempre abordando esse conceito e mostrando como é preciso se basear em dados, mas também, na maneira como tais informações são administradas.

Portanto, para que esse modelo seja efetivo, é preciso ter a infraestrutura necessária, padronização de processos e tecnologias disponíveis para que eles sejam melhor gerenciados, assim como também é preciso profissionais que saibam utilizar esses recursos.

Em outras palavras, o objetivo de todo esse investimento é que se elimine por completo, ou o máximo possível, as probabilidades de decisões enviesadas, para que os responsáveis pela organização tomem decisões totalmente pautadas em informações concretas.

Se a decisão foi a melhor ou pior, a história é totalmente outra. Mas o foco é que eles tiveram recursos e dados palpáveis e corretos sobre como estava a situação no mercado, dos clientes e da empresa no momento da decisão.

03 – Utilize o data driven marketing

Estratégias de marketing são necessárias para qualquer empresa e, quando pensamos em data driven, esse tipo de marketing pode ser extremamente vantajoso quando o assunto é obter dados e informações para conquistar seus clientes.

Isso permite que a empresa tenha uma melhor segmentação de seus leads e clientes, assim como conhecimento muito mais profundo dos gostos e preferências deles, em outras palavras, a criação de personas será extremamente eficaz.

Isso sem mencionar como os processos serão muito otimizados, possibilitando uma grande capacidade de personalização por parte da empresa, fazendo com que entregue o que o cliente quer, bem como que aumente a taxa de conversão e fidelização.

A integração de vendas é outro aspecto a ser mencionado e que faz total diferença quando pensamos em um processo de marketing bem desenvolvido. Portanto, investir em data driven marketing é uma excelente pedida para que a sua marca cresça e se expanda.

Considerações finais

O texto de hoje mostrou algumas dicas que podem ser muito úteis na implantação do data driven em sua empresa, explorando seus conceitos, benefícios e vantagens, assim como modelos de aplicação que farão toda diferença em seu segmento de mercado.

É preciso se planejar ao máximo e, quanto mais informações alguém tem sobre algo, maior as probabilidades de inovar em determinadas frentes de trabalho, assim como oferecer o melhor para os clientes que, constantemente, estão em busca de novidades.

Claro que muito dependerá do objetivo e foco da sua marca, mas sempre é possível se aproveitar dessa estratégia de negócios que, além de ser extremamente eficiente, te ajuda e muito a criar bons planos para a sua marca.

Utilize as orientações disponibilizadas ao longo do texto como guia e procure a melhor maneira de aplicar em sua organização, afinal, ninguém conhece a realidade dela melhor do que você.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.