Aumentar o engajamento do público é um dos principais objetivos do planejamento em marketing digital. Isso porque é a partir da interação da audiência, que a marca consegue expandir a sua reputação e alcançar boas margens de lucro.

 

Para o ano de 2021, o engajamento se tornou ainda mais importante para os negócios. A pandemia da Covid-19, decretada em março de 2020, exigiu que vários empreendimentos se reinventassem, apostando suas fichas na construção de um relacionamento online.

 

De acordo com a 6a edição da pesquisa Perfil do E-commerce Brasileiro, o comércio eletrônico teve uma ampla expansão em 2020, devido ao contexto pandêmico. Registrou-se mais de 1,3 milhões de lojas online, com um ritmo de crescimento de 40,7%.

 

Tanto que hoje, é possível encontrar vários tipos de negócios online, desde uma distribuidora de flores, até profissionais autônomos.

 

Sendo assim, o ano de 2020 foi crucial para exigir a presença das empresas no mundo online. Agora, o importante é se destacar no mercado e cuidar para manter a presença, reconhecimento e autoridade da marca.

 

Por esse motivo, o artigo de hoje vai mostrar algumas dicas para aumentar o engajamento de seu público em 2021. Acompanhe a leitura!

5 dicas para aumentar as vendas e engajamento da sua loja virtual

Mesmo em tempos de crise, é possível sim aumentar as vendas e o engajamento, principalmente pela internet. A seguir, conheça algumas dicas que farão o seu negócio crescer no ambiente online.

1 – Observe o comportamento do seu público

Definir quem é o seu público é o primeiro passo para alcançar um bom engajamento e, consequentemente, aumentar as chances de vendas.

 

Afinal de contas, uma pessoa interessada em cápsulas de café espresso possui necessidades específicas, sendo preciso conhecer as demandas do cliente, para oferecer algo personalizado e que faça sentido.

 

No entanto, além do perfil, também é necessário compreender o comportamento de compra, que pode se modificar com o passar do tempo, em especial nos momentos de crise, como o ano de 2020.

 

Por esse motivo, acompanhar constantemente os hábitos do seu público é uma forma de oferecer conteúdos personalizados e consumíveis, garantindo a manutenção de vendas e uma interação maior com a sua audiência.

 

Na pandemia da Covid-19, percebeu-se a priorização de determinados produtos, inclusive com preferência em faixas de preços.

 

Outra dica é oferecer brindes corporativos, fretes grátis e promoções, que são alternativas que chamam a atenção dos consumidores e aumentam as chances de compra. Em conjunto, veja quais assuntos são mais procurados pelo público.

 

Segundo dados do Think With Google, houve um crescimento de 45% na busca por temas relacionados ao home office, redução de estresse e exercícios em casa. Dessa forma, é possível produzir conteúdos adaptados a essas pesquisas dos usuários.

2 – Estude a concorrência

Além de identificar o seu público e compreender o comportamento de consumo, outra forma de aumentar o engajamento e as chances de venda é por meio da análise da concorrência. Dessa forma, é possível propor preços mais atrativos e competitivos com o mercado.

 

Fora que é uma boa maneira de observar a configuração dos sites e a produção de conteúdo. Assim, uma empresa de fornecimento de mão de obra temporária, por exemplo, pode encontrar alguns assuntos em comum com a concorrência.

 

Acompanhar o que as outras empresas fazem é uma maneira de pensar “fora da caixa”, além de ajudar a ter uma percepção mais eficaz do público, quais suas necessidades e demandas não supridas.

3 – Dedique-se ao SEO da sua loja virtual

O SEO (Search Engine Optimization), ou otimização para os mecanismos de busca, consiste em uma estratégia para melhorar a classificação dos sites nos buscadores, especialmente o Google.

 

Assim, quando um usuário busca por uma empresa de pintura, por exemplo, ele terá acesso aos mais variados resultados de pesquisa. No entanto, são os primeiros colocados que recebem o maior número de visitantes.

 

Para aplicar o SEO na sua loja virtual, pode-se utilizar algumas técnicas, como:

 

  • Produção de conteúdo relevante;
  • Aplicação de palavras-chave;
  • Construção de uma boa rede de links;
  • Boa navegabilidade em dispositivos móveis.

 

É importante ter atenção aos principais fatores de rankeamento do Google, bem como as atualizações do algoritmo. Dessa maneira, é possível aprimorar ainda mais o SEO e garantir uma classificação melhor nos resultados de busca.

4 – Utilize técnicas de venda eficazes

Uma maneira de aumentar o ticket médio da sua loja virtual é aplicar algumas técnicas de venda consideradas eficazes, como o cross-selling e o upselling

 

No primeiro caso, também chamado de “venda cruzada”, a intenção é oferecer outros produtos relacionados ao cliente. Por exemplo, uma fabrica de mochilas pode oferecer um estojo, em conjunto com uma bolsa para artigos escolares.

 

Já o upselling consiste em fazer um upgrade do seu produto. Por exemplo, indicar uma mercadoria de alto valor por um preço promocional.

5 – Conheça as principais tendências do mercado

Um dos grandes destaques para o ano de 2021, mas que já mostrava o seu potencial de crescimento desde os anos anteriores, é o frete alternativo para e-commerces. Além de estimular o engajamento, essa tendência também aumenta as chances de compra.

 

Mas é importante que as empresas fiquem atentas às principais transformações do mercado, não só em termos de venda, mas também na produção de conteúdo, ferramentas de marketing, entre outros recursos.

 

Dessa forma, uma fabrica de etiquetas adesivas, por exemplo, pode investir em ações ainda mais estratégicas, que farão a diferença para o crescimento do negócio.

Quais são as principais tendências para o ano de 2021?

Tendo em vista as dicas apresentadas acima para aumentar o engajamento da sua marca em 2021, vale a pena conhecer quais são as principais tendências do ano. A seguir, separamos algumas delas. Confira!

Lojas virtuais interativas

Dentro da proposta do marketing digital, há um tipo de conteúdo famoso pelo ótimo engajamento: os materiais interativos.

 

Com a interatividade, os usuários não apenas consomem a informação, mas também podem participar ativamente da construção ou desenvolvimento do conteúdo.

 

Por esse motivo, as lojas virtuais interativas são uma tendência para o mercado, já que elas permitem uma troca potencial com os clientes, além de propor iniciativas diferenciadas.

 

Inclusive, uma agencia de stands pode propor essa interatividade para chamar público durante um evento, possibilitando que as marcas criem experiências únicas.

Pesquisas por voz

Até o ano de 2025, estima-se que cerca de 75% das famílias estadunidenses tenham um assistente de pesquisa por voz, como o Google Assistant ou o Siri.

 

Aliás, as pesquisas por voz já são uma realidade em todo mundo. Hoje em dia, várias pessoas utilizam seus assistentes para fazer uma busca rápida, principalmente através dos dispositivos móveis.

 

Por esse motivo, uma das tendências para o ano de 2021 é considerar as pesquisas por comando de voz como parte do SEO.

Inteligência artificial e Big Data

O aprendizado automático, também chamado de Machine Learning, é uma parte importante da inteligência artificial e já faz parte de muitas ferramentas online, como os chatbots.

 

Para os próximos anos, espera-se que haja um aumento significativo dos aplicativos com IA, que podem prever o comportamento dos consumidores para um determinado setor ou loja. Dessa forma, é possível proporcionar melhores experiências na jornada de compras.

 

Além disso, o Big Data também será fundamental nessa parte. Com a tecnologia, as empresas poderão conhecer os hábitos de consumo dos usuários, já que o recurso capta informações relevantes que podem ser utilizadas para a elaboração do plano de marketing.

Métodos de pagamento diversificados

Hoje em dia, o usuário quer mais facilidade e segurança na hora de realizar a sua transação online. Por isso, é importante que o seu site ofereça diversos métodos de pagamento, indo além do tradicional cartão de crédito.

 

Uma alternativa interessante para o ano de 2021 é introduzir o pagamento via Pix. Essa inovação já está funcionando no Brasil desde 2020 e facilita muito as transações, além de diminuir o valor das taxas. Ou seja, é vantajoso para as empresas e clientes!

Conclusão

O ano de 2021 deve englobar várias estratégias que se iniciaram em 2020, especialmente com o boom dos e-commerces, devido a pandemia da Covid-19 e as recomendações de isolamento social.

 

No entanto, é preciso ressaltar que também vivemos em uma crise, por esse motivo, é fundamental pensar em novas estratégias para aumentar o engajamento e as chances de venda ainda em 2021.

 

O artigo de hoje buscou trazer algumas dicas, além de pontuar as principais tendências do ano, para que a sua empresa possa reformular as iniciativas. Dessa forma, será muito mais fácil alcançar o sucesso!

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.