Ter uma boa logística para e-commerces é essencial, principalmente para atender as demandas dos clientes e fazer o negócio crescer em um mercado tão competitivo, como é o de vendas online.

É a logística que garante a disponibilidade dos produtos e a entrega deles dentro de um prazo estipulado. Sendo assim, não coordenar bem esse setor de uma loja virtual é impedir que ela funcione direito.

O crescimento das compras pela internet aumenta ainda mais a necessidade de uma logística bem planejada. O consumidor tem pressa e a concorrência faz de tudo para conquistar a atenção dele.

Ou seja, quem não está preparado para atender o cliente, pode perder oportunidades de venda no último minuto da negociação.

Deixar o consumidor se aproximar, fazer com que ele se interesse pela oferta e perder a venda porque o produto não estava em estoque é um erro grave.

Ou então, atrasar uma entrega, mesmo que por um único dia, é um fator que vai fazer seu cliente pensar duas vezes antes de comprar com você de novo. Então, garantir o bom andamento de tudo isso é papel da logística.

Frente a isso, vamos explicar a importância da logística para e-commerces, o que envolve o planejamento logístico e quais são as melhores estratégias para melhorar este setor da empresa.

Importância da logística para o e-commerce

A logística de uma plataforma e-commerce não pode ser negligenciada ou imprudente, pois dela dependem os lucros da loja virtual, então, se não for bem planejada, você começa a perder vendas.

Independentemente do tipo de solução vendida, como produtos e materiais de limpeza ou roupas e acessórios, a logística faz parte do gerenciamento do negócio.

Isso porque é ela que controla o armazenamento e fluxo de produtos, bem como as informações sobre eles, envolvendo as seguintes etapas:

  • Recebimento e conferência de produtos;
  • Estocagem;
  • Envio para preparação;
  • Envio para transportadoras;
  • Rastreamento de envios;
  • Controle de entregas.

Se o cliente fez uma compra, ele quer recebê-la dentro do prazo. Atrasos ou, pior, falta de entrega, são situações graves que podem acarretar problemas maiores. Exemplo disso é a perda da credibilidade e problemas no crescimento do negócio.

Daí a importância de gerenciar a logística em todas as etapas, desde o recebimento dos produtos até a gestão de entregas.

É necessário se atentar ao gerenciamento de estoque, entregas e ciclo de suprimentos, pois são esses fatores que vão impactar diretamente nos lucros do negócio.

Trata-se de um trabalho estratégico, que determina o sucesso ou fracasso de uma loja e-commerce, e que deve ser planejado antes mesmo do início das operações.

É uma maneira de se destacar perante a concorrência, uma vez que as lojas virtuais se tornaram um importante canal para a promoção de marcas, mesmo aquelas que possuem loja física.

O e-commerce, então, torna-se totalmente dependente de uma boa logística, pois não faz uso de outros tipos de venda, como telefone ou estabelecimento físico. Qualquer problema durante o processo pode acarretar na desistência da compra.

Agora que você já sabe qual a importância da logística para as plataformas e-commerce, no próximo tópico vamos mostrar o que envolve o planejamento logístico.

As etapas do planejamento logístico

Existem algumas etapas inerentes ao planejamento logístico de uma plataforma e-commerce, como a de uniformes sociais Guarulhos. São elas:

Gerenciamento de estoque

O gerenciamento de estoque envolve o tempo de entrega dos fornecedores, prazo de entrega para os clientes e negociação com transportadoras.

É bastante trabalho, o que pode ser necessário contar com o auxílio de um operador logístico para lidar com a demanda. Ele vai tratar da gestão dos fornecedores, compra de embalagens adequadas e administrar o transporte.

Também lida com a logística reversa, controle de estoque, emissão de nota fiscal, além da separação e envio das compras.

A delegação de todo o trabalho logístico permite que você cuide dos clientes e do próprio canal de vendas, solução de problemas e outras frentes do atendimento ao cliente.

Número de vendas

O número de vendas de cada produto deve ser controlado para garantir a disponibilidade em estoque. É importante fazer isso para evitar que o cliente prossiga com uma compra no site e seja avisado da indisponibilidade apenas no final do processo.

Essa situação deixa o consumidor insatisfeito, por isso, um bom gerenciamento logístico analisa o número de vendas para garantir uma boa administração do estoque e fazer o transporte e movimentação de cargas num nível adequado.

Cálculo do frete

O cálculo do frete é importante para o seu negócio e também para os seus clientes. Isso porque ele agrega ao valor final da compra, o que pode ser vantajoso ou não para ambos os lados.

É imprescindível, inclusive, informar o valor do frete para o cliente antes de concretizar a compra. E para fazer isso, é necessário calculá-lo com antecedência.

Em vista dessas informações, no próximo tópico, vamos mostrar quais são as principais estratégias que devem ser adotadas para melhorar a logística do seu negócio.

Dicas para aprimorar a logística do e-commerce

Sendo o planejamento logístico essencial para o bom funcionamento do seu comércio eletrônico, vamos mostrar algumas maneiras de melhorá-lo, com processos simples, por exemplo:

Calcular peso cubado dos produtos

O peso cubado e da embalagem é essencial para melhorar os custos logísticos. Isso é feito pelas transportadoras para calcularem o preço de entrega, e pelas lojas para saber o espaço necessário de armazenagem.

Esse peso também importa para garantir que o preço pago está sendo justo, visto que ele mede a densidade da carga. É comparado ao peso real e a taxa é calculada com base no maior.

Negociar com as transportadoras

É importante negociar valores com as transportadoras, pois se um e-commerce de equipamentos de higiene hospitalar, por exemplo, está enviando produtos constantemente ou tem intenção de fazer uma parceria de longa data, os valores podem ser menores.

As transportadoras trabalham com muitas lojas virtuais de pequeno e médio porte, por isso, elas concedem alguns meses para você consiga aumentar a quantidade de entregas e chegar a um valor mínimo.

Dessa forma, todo o dinheiro economizado pode ser investido em estratégias de marketing para divulgar sua marca e aumentar suas vendas. Assim, as boas negociações com as transportadoras podem ser mantidas.

Frete grátis para valor mínimo

O frete grátis atrai os consumidores e aumenta as vendas, afinal, ele tem um peso decisivo no fechamento de um negócio.

Para isso, uma loja virtual de maquinas de café para empresa, por exemplo, precisa definir um valor mínimo de compra, pois isso aumenta o ticket médio, compensando o frete.

No entanto, nem sempre essa oferta será viável, principalmente para algumas regiões, então isso deve ser analisado. O frete grátis pode ser oferecido em períodos sazonais, como Natal ou para clientes que fazem parte do programa de fidelidade.

Cobrar valor de entrega

Se o frete grátis não compensa, você ainda tem a opção de cobrar do seu cliente apenas o valor de envio dos produtos. Trata-se de algo benéfico para a loja e para o cliente, porque o valor é mais acessível.

Para trabalhar dessa forma, uma loja de camisetas para uniformes de empresas, por exemplo, deve fazer com que seus clientes entendam que seu frete é mais em conta e que não há lucro em cima dele.

Frete fixo

O frete fixo é uma boa opção e deve ser calculado com base no tamanho, peso ou quantidade total de itens. Por isso, é importante saber qual o valor da taxa e qual transportadora serve melhor a sua loja.

Produtos pequenos e pesados são mais adequados para os transportes rodoviários. Ainda, as transportadoras trabalham com diferentes métodos para servir melhor seus clientes.

O frete fixo tem muitas possibilidades, sendo necessário apenas que a fábrica de camisetas lisas para sublimação pesquise diferentes transportadoras e conheça as opções.

Analisar a rentabilidade dos produtos

As opções de entrega devem ser pesquisadas com base no tamanho, peso e valor do produto. Essa análise de rentabilidade e custos de logística e frete não costuma ser feita antes da compra.

Então, antes de fazer novas compras para o estoque da loja virtual, é necessário saber o tamanho do produto embalado, seu peso com a embalagem, se é leve ou pesado, quantidade de pedidos por mês, percentual de entrega, entre outros.

Conclusão

Como você viu, a logística é muito importante para garantir o bom gerenciamento da sua plataforma e-commerce e a plena satisfação do seu cliente.

Também é uma forma de reduzir custos e permitir que você se dedique a tarefas mais importantes, como o marketing e atendimento ao cliente.

Com as dicas que demos aqui, temos certeza de que você fará uma boa gestão da logística de seu comércio eletrônico.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.