Você abriu a sua loja virtual mais ainda tem dúvidas sobre quais as melhores e mais indicadas formas de pagamento em e-commerce? De fato, há uma série de possibilidades que devem ser analisadas para o seu negócio.

Com as novidades que a tecnologia proporciona para uma empresa que quer ter a sua atuação estendida para a internet, é possível potencializar os resultados de um estabelecimento de maneira prática e eficaz, e de modo virtual. 

Mas para que o seu e-commerce conquiste a preferência dos clientes e consiga ser uma plataforma de venda de materiais para laboratório completa, é imprescindível que se invista em recursos que a tornem funcional e acessível para o público. 

Um dos elementos que mais conta, nesse sentido, são as formas de pagamento oferecidas para os compradores. Afinal, existem diversas alternativas, e reconhecer quais delas podem ser úteis para os seus clientes é essencial. 

Esse é um fator de suma importância para uma loja virtual, e pode ser um diferencial para a empresa, uma vez que vários consumidores podem preferir realizar um pedido no seu e-commerce justamente porque ele aceita o único meio de pagamento que o cliente dispõe. 

Por isso, idealizar a sua plataforma para atender ao público de modo completo deve ser a prioridade, garantindo a satisfação do público e o crescimento do seu e-commerce. 

Outro ponto fundamental a se considerar é se os meios de pagamento que você vai inserir na página também são adequados para o seu formato de negócio, para que os lucros obtidos atendam às expectativas da empresa.

Sendo assim, para entender quais são as melhores formas de pagamentos e como escolher as que fazem maior sentido para a sua loja virtual, siga na leitura deste conteúdo e saiba mais sobre o assunto. 

As formas de pagamento para e-commerces

Os sites hoje são desenvolvidos de maneira cada vez mais completa. Eles oferecem recursos para a cotação de seguro auto, formulários de contato, chatbots para atendimento automático e estrutura para pagamentos virtuais. 

Cada um desses elementos pode contribuir para a construção de um e-commerce completo, onde se pode realizar uma série de ações que supram as necessidades do visitante da sua loja virtual.

Mas tão importante quanto essas ferramentas funcionais, é oferecer formas de pagamento que estejam acessíveis para o seu cliente. Ou seja, você deve trazer alternativas para que ele possa quitar a compra da maneira mais conveniente para ele.

Assim, entre os principais meios de pagamento oferecidos pelos e-commerces hoje estão:

  • Cartão de crédito;
  • Cartão de débito;
  • Boleto bancário; 
  • Transferência online;
  • Carteira digital;
  • Entre outros.

Cartão de crédito

O cartão de crédito é um dos meios mais práticos de se fazer um pagamento. Além de ter o reconhecimento pelo sistema de maneira rápida, ele permite o parcelamento da compra de um colar elizabetano, por exemplo, tornando-a mais vantajosa para o cliente. 

Mas o estabelecimento deve estar atento: existem taxas e prazos de repasse que devem ser conhecidos antes de disponibilizar essa opção, já que valores muito altos podem inviabilizar os lucros da empresa.

Cartão de débito

Apesar de ser uma forma bastante recente de pagamento virtual, o cartão de débito é bastante interessante para o e-commerce, seja ele especializado em vendas de uniformes para empresas ou de artigos esportivos. 

Além de receber o pagamento de modo quase instantâneo, é possível diminuir as taxas de golpes aplicadas quando o comprador perde o estorno do valor à administradora do cartão de crédito, mesmo após o envio do produto. 

Porém, por ser uma modalidade que exige convênio com bancos, muitas vezes as taxas estipuladas podem ser inviáveis.

Boleto bancário 

O boleto bancário é uma das alternativas mais interessantes para quem quer adquirir um curso de consultoria financeira empresarial, mas não dispõe de formas de parcelamento. 

Além disso, o boleto representa um meio de pagamento à vista, o que possibilita a concessão de descontos, gerando maiores vendas.

Mas, é preciso estar atento à quitação dele, que pode demorar alguns dias para ser comunicada pela instituição financeira que fez o recolhimento do valor, ou ainda correr o risco de o cliente não pagar o boleto e desistir da compra. 

Transferência online

Entre as principais soluções em meios de pagamento está a transferência online, que pode custar poucos centavos para o e-commerce, além de ser recebida pela empresa vendedora em poucas horas. 

Um cuidado que se deve tomar com essa alternativa é a construção de um sistema seguro, já que os dados do cliente são utilizados durante a transação.

Carteira digital

A carteira digital se trata de um aplicativo instalado no celular do cliente, onde os dados dos cartões que ele utiliza ficam salvos, possibilitando a realização de compras mesmo sem o cartão físico em mãos.

Por ter criptografia e outros mecanismos de segurança presentes nesse sistema, ele se torna bastante seguro para o usuário e para o e-commerce, que lida com informações sigilosas dos seus compradores. 

Ao disponibilizar meios de pagamento como os mencionados acima, a loja virtual possibilita que o cliente possa escolher a forma que for mais conveniente para quitar o seu pedido e recebê-lo em casa com a maior comodidade possível. 

Como integrar meios de pagamento no seu e-commerce

Há três meios principais de integrar pagamentos na sua loja virtual: com adquirentes, gateways de pagamento e intermediadores. 

Os adquirentes se tratam de agentes operadores, que operam o fluxo do sistema de pagamentos, o responsável por fazer a conexão entre bandeiras de cartões e o banco que os emitiu.

Tal como um terminal de cartões de crédito, o adquirente agiliza o pagamento realizado no formato digital. Mas os sistemas antifraude desse formato devem ser de responsabilidade do e-commerce. 

Os gateways de pagamento funcionam com o envio dos dados inseridos pelo comprador, onde a bandeira verifica se há limite disponível e se as informações estão corretas. Assim, libera-se a compra e o e-commerce pode receber o valor no prazo determinado. 

Outra possibilidade interessante é utilizar os intermediadores de pagamento, como PayPal e Pagseguro, em que o cliente faz o pagamento para essas instituições, que repassam o valor para o vendedor. 

Nesses casos, todos os sistemas de segurança estão por conta do intermediador, evitando problemas com clonagem e desvio dos dados financeiros do comprador. 

Assim como decidir qual é a melhor empresa para a implementação de um sistema de orçamento no seu site, escolher a alternativa de integração de pagamentos para a sua loja virtual dependerá de vários fatores.

As taxas, os prazos de pagamento e a segurança oferecida ao cliente devem estar entre os pontos principais a se considerar, garantindo assim uma alternativa viável para o seu e-commerce. 

Escolhendo os meios de pagamento ideias para a sua loja virtual

Depois de entender melhor o cenário das formas de pagamento para um e-commerce, é importante saber como escolher os meios que façam maior sentido para a sua plataforma. 

Entre os principais elementos, é preciso considerar:

  • Conhecer o perfil do cliente; 
  • Analisar o mercado e formas de pagamento oferecidas pelos concorrentes;
  • Verificar os valores de taxas;
  • Avaliar a facilidade da integração de pagamentos; 
  • Considerar a experiência do usuário e facilitá-la.

Assim como uma empresa de coleta de lixo hospitalar deve conhecer o perfil dos seus clientes para oferecer os serviços mais adequados para eles, uma loja virtual precisa saber mais sobre os seus compradores, conhecendo preferências e necessidades.

Ao mesmo tempo, torna-se fundamental analisar o mercado, conhecendo as formas de pagamentos que são oferecidas por outras empresas do mesmo segmento que o seu. 

Afinal, as características utilizadas no e-commerce de um concorrente podem revelar informações importantes sobre o público-alvo da sua loja virtual. 

As taxas aplicadas pelos intermediadores também devem influenciar na sua decisão. Altos custos e prazos de repasse estendidos podem atrapalhar o fluxo de caixa do seu negócio. 

Avaliar a facilidade de integrar um meio de pagamento na sua loja é outro fator decisivo. Quando mais praticidade o sistema tiver, mais rápido ele será implementado. Assim, o seu e-commerce estará funcionando adequadamente, gerando mais vendas e resultados. 

Por fim, é preciso considerar a experiência do usuário com a plataforma de pagamento. Se ela for intuitiva, de simples manuseio e oferecer suporte e mecanismos de segurança eficazes, certamente essa será uma boa escolha. 

Sistemas muito complexos, pouco didáticos e com um layout de difícil utilização podem fazer com que um cliente desista de realizar o pagamento, atrapalhando as vendas do seu negócio. 

Nesse sentido, saber como trabalhar com as diferentes formas de pagamento na sua loja virtual é essencial para o sucesso das suas vendas e o aumento do seu faturamento. Por isso, não deixe de escolher a que for mais prática e lucrativa para a sua plataforma.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.