O sucesso no mundo dos negócios depende de ações estratégicas, inteligentes e planejadas. Pensando nisso, nesse artigo, trataremos de um ponto-chave: as pesquisas para lançamentos de produtos.

São as ferramentas desse processo que ajudam a moldar um produto ou serviço, conforme as preferências e necessidades do seu público-alvo, buscando garantir a aceitação da ideia, além da previsibilidade dos resultados.

Se você é o gestor de um negócio ou pretende ser, independentemente do porte ou do segmento, é fundamental conhecer todo o processo de pesquisa e desenvolvimento de produto (P&D),  metodologias para mitigação de riscos ao colocar uma novidade no mercado.

Continue lendo para entender mais sobre o tema e sua importância. Além disso, pontuamos também algumas dicas essenciais para auxiliar no desenvolvimento de suas pesquisas.

O conhecimento certamente trará insights para o desenvolvimento de ideias que ainda estão no papel, como novos elementos filtrantes industriais, ou mesmo para repaginar e relançar produtos já existentes.

Conheça quais são as etapas do P&D 

O desenvolvimento de um produto deve ser feito por meio de planejamento e validações, potencializando as chances da ideia dar certo, e ganhar o aceite e a adesão pelos consumidores.

Isso porque o P&D engloba desde o estudo sobre quais são as necessidades do mercado, a adesão à ideia, a visão do público, até os pontos que precisam ser melhor trabalhados no produto, após sua criação. Confira as 5 etapas desse processo:

  1. Criação do conceito do produto

O primeiro passo é definir o conceito principal do produto, ou seja, os pontos centrais da ideia, como sua finalidade, aplicação, características físicas e vantagens comerciais.

É uma fase de visualização, em que você define questões sobre qual será o produto, como cestas natalinas, qual será seu diferencial, e os materiais a serem utilizados, considerando custos e qualidade. 

Nesse momento de livre imaginação e criação, considere os benefícios que sua solução proporcionará ao consumidor, pois a sua satisfação deve ser seu foco. 

  1. Pesquisa de mercado

Esse é o momento que carece de maior investimento de recursos. Trata-se da consideração do mercado para o produto que pensou, de forma a embasar os esforços do empreendedor. 

É a etapa de coleta de informações, considerando os três elos principais do mercado: consumidores, concorrentes e fornecedores. Existem diversas metodologias quantitativas e qualitativas, que visam responder questionamentos como:

  • Existe essa demanda?
  • O que já existe de semelhante?
  • Qual a opinião do público sobre sua proposta?
  • O que precisa ser melhor explorado no desenvolvimento do produto?
  • A implementação é viável?

Responder questões como essas, norteará o restante do processo, e são esses detalhes que permeiam o diferencial do seu produto, como um novo modelo de bomba para poço artesiano

Algumas ferramentas úteis nesse momento são as pesquisas de preços e opiniões junto aos consumidores, onde você pode aplicar questionários e formulários em uma amostra representativa de seu público-alvo.

Além disso, é fundamental fazer a análise da concorrência, e o desenvolvimento no MVP (Minimum Viable Product), o mínimo produto viável, que valida a ideia antes da realização de investimentos maiores, trazendo maior segurança financeira.

Nessa etapa é comum fazer um teste de pré-lançamento do MVP, para avaliar a recepção do público e receber feedbacks do que precisa ser melhorado.

E é na etapa de pesquisa de mercado que você se certificará de que seu produto, uma nova solução para conexões hidráulicas, por exemplo, vai superar a concorrência, mesmo antes de lançá-lo.

  1. Desenvolvimento do produto

Nesse ponto, toda a parte conceitual está definida e pronta, e o empreendedor já sabe os ajustes necessários, já tem projeções sobre a aceitação e o rendimento da nova solução, assim como dos investimentos e recursos para sua produção. 

Então, é a hora de fazê-lo: comprar chapa de alumínio e o restante do material necessário para a linha de produção, definir os colaboradores responsáveis, e colocar em prática todas as definições obtidas nas etapas anteriores.

  1. Lançamento do produto no mercado

Por fim, é feito o lançamento da novidade no mercado. Inclusive, aproveite as informações levantadas na etapa de pesquisa para direcionar as ações de marketing, que devem ser o foco nesse momento.

  1. Análise dos resultados e ajustes

Destacamos aqui uma quinta etapa estratégica, uma vez que o desenvolvimento de um produto não se encerra com o seu lançamento.

Para sua manutenção no mercado, as pesquisas devem continuar, analisando dados, como as vendas e percepções dos clientes, visando ajustar detalhes ao longo do tempo, aumentando a satisfação do consumidor.

Uma dica é usar os elogios como material para as campanhas de divulgação, enquanto as críticas funcionam como as ferramentas de “lapidação” do produto, potencializando sua proposta de valor.

Vantagens e benefícios das pesquisas

Pontuamos a seguir quais são os principais benefícios para uma organização, de uma pesquisa de mercado para o lançamento de produtos bem estruturada, como uma rentável empresa de fertilizantes orgânicos líquidos.

De forma geral, todas as vantagens convertem para o sucesso do negócio, mas listamos aqui os principais fatores que garantem isso:

A correção da falta de planejamento

A falta de planejamento é a principal causa de falência de um negócio, segundo o Sebrae, que aponta que apenas 30% das micro-empresas existentes no Brasil em 2018 se mantiveram no mercado.

Provavelmente esse quadro seria diferente se houvesse um maior investimento por parte dos empreendedores na pesquisa de mercado desde o primeiro momento, primando por um Plano de Negócio bem-feito para norteá-los. 

O estudo da concorrência

Um líder de sucesso aprende a ver seus concorrentes não como obstáculos, mas como bons professores.

Fazer benchmark, ou seja, a análise da concorrência, é fundamental para a compreensão do mercado, do que funciona e do que não funciona, assim, é possível se planejar e se antecipar, garantindo a alta competitividade de suas luminárias industriais, por exemplo.

O estudo de viabilidade do produto

É o estudo de viabilidade do produto que embasa sua produção, sendo essa análise a principal ferramenta para o planejamento assertivo.

Fazer um investimento sem considerar sua viabilidade financeira, como custos de produção e de lançamento, qual será a taxa de retorno do investimento feito, além de verificar se existe real interesse do público, é depender única e exclusivamente da sorte, e isso não funciona.

A possibilidade de correção de erros e falhas

Cometer erros é algo muito comum, e todos o fazem. O que diferencia os erros de grandes marcas, que se mantém firmes no mercado, das falhas cometidas por empreendimentos que não conseguem se recuperar, é o interesse e empenho para aprender com eles e corrigi-los.

Bônus: algumas dicas para sua pesquisa 

Falando em erros, um muito comum dos empreendedores, é julgar que podem intuir sobre o que agrada ou desagrada seus clientes. 

Sabemos que após a leitura desse artigo, você certamente vai querer testar suas ideias com uma boa pesquisa antes de investir seus recursos, como tempo, dinheiro e trabalho, então separamos algumas ideias inteligentes para esse momento:

  • Determinar o nível de familiaridade do público com o produto; 
  • Observar as necessidades do mercado;
  • Efetuar testes de conceito;
  • Testar o desempenho do produto dentro da loja;
  • Pedir feedbacks sobre a funcionalidade e design do produto;
  • Preparar a equipe de atendimento ao cliente;
  • Buscar novas tecnologias para P&D.

Use os recursos tecnológicos a favor do seu negócio. Ao longo do processo de P&D, existem diversas tecnologias que podem ser implementadas para facilitar as atividades de pesquisas para o lançamento de um produto, como um material para borracharia.

Aconselhamos investir na automação dos processos, o que proporciona mais segurança, versatilidade e rapidez, afinal, quanto menor for o tempo entre a concepção da sua ideia até a chegada do produto no mercado, mais competitiva será sua marca. 

Aproveite todas essas dicas em seu próximo lançamento, aumentando as chances de um crescimento saudável e sustentável para sua empresa.

Considerações finais

Nesse artigo você pôde conferir porque as pesquisas prévias para o lançamento de um novo produto são tão valiosas.

Com essa antecipação altamente estratégica às necessidades do mercado, o empreendedor pode garantir que seus investimentos serão bem direcionados, ou seja, que haverá lucro, ao assegurar que suas soluções serão bem recebidas pelo público.

As pesquisas verificam e validam a viabilidade de seu produto, um ponto-chave do negócio, sendo o meio para a captação de informações que serão as bases para boas decisões no que tange o serviço ou produto oferecido.

Da mesma forma, são norteadoras sobre quais são as melhores ações para o marketing da empresa, outro ponto-chave. Um P&D, quando cuidadosamente desenvolvido, garante diversas vantagens competitivas para uma marca, potencializando seu sucesso.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.