A comunicação visual é um fator essencial para as marcas, independentemente de seu setor de atuação. Isso inclui as plataformas e-commerce, uma vez que criar uma loja, física ou não, é criar uma marca.

Marca não diz respeito apenas a uma fabricante ou qualquer empresa que tenha produtos próprios, mas sim, um negócio que ofereça algo para os consumidores.

Dessa forma, as lojas on-line também se tornaram um tipo de marca e, assim como qualquer outra, precisam ter sua identidade para se comunicarem com seus clientes.

Portanto, engana-se quem acredita que o papel da comunicação visual se limita apenas a uma fachada, vitrine ou outros elementos físicos, como um folder ou a logomarca.

A comunicação visual também está presente nos espaços virtuais, como nos sites, blogs e até redes sociais. Sendo assim, deve ser aplicada aos negócios eletrônicos, para que estes consigam estabelecer uma comunicação com seu público.

Dessa forma, são capazes de ser identificados pelas pessoas e se tornarem referência naquilo que fazem, por conta de sua identidade visual marcante.

Neste artigo, vamos falar sobre o que é comunicação visual, identidade visual, além de darmos algumas dicas para colocar todos esse pontos em prática.

O que é comunicação visual?

Comunicação visual, como o nome já diz, é todo tipo de comunicação que envolva elementos visuais, tais como:

  • Desenhos;
  • Imagens;
  • Gráficos;
  • Vídeos;
  • Fotos.

Em muitos casos, esse tipo de comunicação é ainda mais eficaz e impactante do que o uso da linguagem escrita. Ou seja, ao contratar uma empresa de comunicação visual, a marca consegue atingir o receptor imediatamente.

Os textos, por sua vez, precisam ser lidos e interpretados, o que significa que algumas pessoas podem não compreender a mensagem. Além disso, vivemos em uma época em que as pessoas têm pouco tempo para ler conteúdos.

O que é Identidade visual?

A identidade visual, por sua vez, é a construção de vários elementos gráficos e visuais que criam uma atmosfera a respeito de quem é a empresa, seus valores e sua visão.

Ou seja, a identidade visual consegue fazer com que uma marca seja conhecida de maneira positiva, possibilitando sucesso em seu meio de atuação, destacando suas qualidades e tornando-a única e interessante.

Mais do que apenas um logotipo ou um cartão de visitas, a identidade visual é a personalidade de uma empresa. Daí a importância dela ser bem elaborada.

Importância da comunicação visual para o e-commerce

As plataformas e-commerce têm acesso a uma série de vantagens que explicitam a importância da comunicação visual. 

Algumas dessas vantagens são:

Aumento da credibilidade

Apesar das compras pela internet já terem se tornado parte do dia a dia dos consumidores, uma nova loja virtual precisa enfrentar a concorrência e, principalmente, conquistar a confiança do público-alvo.

Aqui entra a importância de uma comunicação visual bem elaborada, pois ela vai transmitir a personalidade da marca, seja esta uma revenda de display acrílico A4 ou qualquer outro segmento.    

Isso transmite confiança para o consumidor, uma vez que ele percebe que se trata de uma marca com personalidade e presença no mercado.

Adquirir novos clientes

Como consequência desse aumento de credibilidade, é natural que a marca consiga conquistar mais clientes. 

Dessa forma, aumentam as vendas e os lucros, além disso, é possível ganhar cada vez mais espaço no mercado digital.

Consolidação da marca

Muitas marcas famosas se consolidaram no mercado por meio da comunicação visual. Inclusive, elas são lembradas apenas ao olharmos para as cores do seu logotipo.

Portanto, para que uma marca se consolide, além de rótulos personalizados para seus produtos, ela também precisa de uma boa identidade visual, feita de maneira pensada e usando elementos como cores e formas ideais.

Dicas para fazer uma boa comunicação visual

Não existe uma fórmula única de fazer comunicação visual que funcione para todas as empresas, mesmo porque cada uma faz parte de um setor e possui público, produtos e serviços diferentes.

No entanto, existem algumas práticas mais abrangentes que podem ser adotadas por qualquer organização, tais como:

1 – Construir uma identidade visual moderna

O comércio eletrônico está se popularizando e aumentando, com isso, a concorrência também cresce. Dessa forma, é necessário investir em alguns itens, como embalagem blister e práticas para se distinguir e se destacar.

Por isso, uma boa estratégia é agregar valor à loja por meio de um espaço personalizado e único. Sempre prezando pelos aspectos modernos, que acompanham as tendências do comportamento do consumidor.

2 – Boa experiência no site

A principal característica do negócio eletrônico é a venda de produtos e serviços pela internet, por isso, se existe uma prioridade para esse comércio, ela é a usabilidade do site.

Este é o canal de vendas, é por meio dele que o cliente vai comprar o que deseja. Se ele demora para carregar, a página está desproporcional ao dispositivo ou há uma dificuldade para localizar um produto, o usuário vai desistir.

Internet e compras on-line são sinônimos de rapidez e facilidade. Quem está comprando pela internet não quer perder tempo, por isso, é fundamental garantir que essas pessoas tenham uma boa experiência na sua plataforma.

Isso significa que o site precisa ter uma aparência limpa, eficiente e dinâmica. Desde lojas de roupas de bebê até uma produtora de vídeo institucional, tudo no site precisa conversar com o consumidor da maneira como a marca deseja.

Portanto, a plataforma deve ser um ambiente simples, intuitivo e leve na hora de carregar. Além de contar com um bom designer para fazer isso, é necessário investir em um site responsivo.

Os sites responsivos são muito mais leves e os únicos que podem ser acessados com qualidade, tanto de um computador quanto de um dispositivo móvel. Isso é importante, porque as pessoas estão acessando a internet quase que apenas pelo celular.

O site responsivo se ajusta perfeitamente a qualquer tipo de tela, além de tornar todos os itens, como textos e figuras, totalmente proporcionais ao dispositivo.

3 – Fornecer informação de maneira objetiva

Todas as informações que o usuário quiser saber precisam estar disponíveis rapidamente e de maneira objetiva.

Na página de dúvidas frequentes ou política de privacidade, por exemplo, forneça as informações de maneira clara e mantendo uma linguagem padrão, para facilitar a compreensão de quem está lendo.

4 – Boa apresentação dos produtos

É importante aplicar uma hierarquia ao exibir os produtos e também utilizar imagens de boa qualidade. 

Isso porque, assim como nas lojas físicas, é preciso destacar os lançamentos e novidades, ou até os produtos mais caros e vendas casadas.

Só que, diferentemente de uma loja física, os consumidores não podem tocar os produtos. Por isso, as imagens devem ter alta qualidade e possibilitar o zoom, para que os detalhes possam ser vistos.

Para incrementar essa exposição, use um painel luminoso led para destacar as promoções do aniversário da loja, por exemplo.  

5 – Realizar promoções

As promoções são queridas entre qualquer tipo de público. Por isso, elas devem ser criadas e destacadas no site. Uma boa dica para isso é criar uma aba na plataforma intitulada “produtos em promoção”.

Ali, o consumidor poderá encontrar produtos que procura, por um preço mais acessível e que atraia a sua atenção para a loja.

Outra maneira de destacar uma promoção é usar etiquetas coloridas virtuais nos produtos. 

Por exemplo, os itens com etiqueta vermelha estão em promoção, já os com etiqueta verde estão com o preço normal.

6 – Utilizar banner e mídia display

Os banners e mídia display são excelentes ferramentas para chamar a atenção dos consumidores. 

Porém, eles devem ser usados de maneira moderada, pois podem poluir visualmente o site e espantar os visitantes.

A poluição visual acaba atrapalhando a usabilidade e confundindo o consumidor. Por isso, é preciso tomar cuidado com essa estratégia.

7 – Redes sociais

As vendas mobile são ainda mais facilitadas com as redes sociais. Isso porque os usuários acessam essas plataformas majoritariamente por meio de seus dispositivos móveis, como celulares e tablets.

Sendo assim, as campanhas nas redes sociais podem incluir links nos posts que redirecionem o cliente diretamente para o site da loja – prática que, mais uma vez, ressalta a importância do site responsivo.

De qualquer forma, por meio das redes sociais é possível fazer um bom trabalho de comunicação visual, por conta da segmentação que essas plataformas oferecem.

Conclusão

A comunicação visual vai muito além do tradicional uso em fachadas, banners e cartões de visita. Ela é necessária no meio digital e faz toda a diferença para os negócios eletrônicos.

Ela ajuda a estabelecer a identidade visual, conquistar credibilidade e confiança, além de aumentar as vendas e o reconhecimento das marcas no meio digital.

Sendo as ferramentas on-line um setor concorrido, mas que garante muitos benefícios, quando a comunicação visual é bem feita. Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.