O UX design (experiência do usuário) nunca esteve tão em alta como agora. Com o aumento exponencial da concorrência no e-commerce, muitos sites acabam tendo estruturas parecidas. Fornecer uma experiência de compra excelente pode ser o diferencial.

Quem adquire produtos ou serviços online quer rapidez, poucos cliques e informações. O UX design tem a função de facilitar essa experiência e diminuir a distância até o momento da finalização da compra.

O trabalho de UX Design tem etapas e é usado com vários objetivos, sempre pensando em como a experiência do consumidor pode ser melhorada. De acordo com a estratégia são criados e testados protótipos, aprovados conforme o desempenho.

O UX Design deve sempre ser atualizado. Pode parecer um investimento alto, porém, seus benefícios e resultados compensam logo em um primeiro momento. Quer saber como ele pode ser útil em sua loja virtual? Continue conosco até o fim deste artigo!

Qual o impacto do UX Design no E-commerce?

O principal objetivo do UX Design é fazer com que seu cliente chegue à finalização de compras com menos interações possíveis. Ou seja, o processo precisa ser rápido e eficiente para resultar em uma experiência positiva para seu usuário.

4 principais aspectos de UX Design

  1. O site deve proporcionar uma experiência facilitada para a escolha e compra dos produtos. A jornada começa no produto.
  2. A usabilidade precisa garantir que a jornada do cliente seja clara e objetiva. Evitar problemas como tempo de carregamento de páginas excessivo, muitos menus, cliques desnecessários, falta de feedback do sistema, entre outros.
  3. Pensar na acessibilidade, visto que diferentes categorias de usuários demandam um design adequado. Por exemplo: pessoas com pouca alfabetização tecnológica ou com alguma deficiência física.
  4. Desejabilidade. Seu site ou aplicativo tem de ser atraente e proporcionar a melhor experiência possível para que o usuário retorne.

Como ter UX design de sucesso?

Uma navegação intuitiva é o fundamento básico do UX. Seu usuário precisa saber em qual etapa do processo está e se mover com facilidade entre as outras. A interface do seu site ou aplicativo precisa ser autoexplicativa. 

Apenas um design arrojado não vale a pena se a navegação for prejudicada. Focar em uma estrutura simples vale muito mais para a experiência de compra que um design bonito e, ao mesmo tempo, confuso. Claro que a identidade da marca é importante, mas a prioridade deve ser a funcionalidade.

A jornada do consumidor está associada a outro ponto muito importante: o funil de vendas. É fundamental pensar em todas as etapas para repetir as experiências que deram certo.

Quais são as etapas do funil de vendas?

O funil de vendas é uma importante estratégia para criação de ações específicas para as etapas de compra em que seu cliente se encontra. Vamos explicar como funciona cada uma delas:

  • topo do funil: esse é o primeiro contato, quando o cliente conhece o seu produto ou serviço;
  • meio do funil: após conhecer seu produto o cliente passa a considerá-lo em uma possível compra, mesmo podendo adquirir na concorrência;
  • fundo do funil: nesse ponto o cliente já têm as informações que precisa para decidir pela compra do produto e está disposto a efetuá-la.

O UX design deve guiar o usuário ao longo dessas etapas para que chegue preparado para a finalização da compra. Na última fase é importante que todas as informações sejam referentes ao fechamento do pedido, sem utilizar muitos elementos que possam confundi-lo ou distrai-lo.

Há muitos aspectos que precisam ser considerados para uma boa experiência de UX Design, mas o mais importante é que todas sejam pensadas e criadas pensando no usuário como centro das tomadas de decisões.

Gostou deste post? Quer conhecer os clientes da Agência Gnu? Confira nosso portfólio.