Para este ano, a previsão é de que o setor de e-commerce cresça 15% em relação a 2017, com faturamento chegando a R$ 69 bilhões. É o que mostra um relatório da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). Mas para ter um e-commerce de sucesso é importante se atentar a diversos fatores, como conhecimento de mercado e investimentos em marketing.

Neste artigo, mostraremos algumas práticas para você fazer sucesso com a sua loja virtual. Acompanhe!

Trabalhar com seriedade

Algumas pessoas pensam que criar uma loja virtual é uma forma de ganhar dinheiro passivamente. Essa é uma ideia bastante equivocada, pois para ter um e-commerce de sucesso é preciso trabalhar muito e levar o negócio a sério.

Da mesma forma que em um escritório, o empreendedor costuma trabalhar várias horas por dia e, se mostrar seriedade, começa a conhecer diversos aspectos do mercado, desenvolve habilidades administrativas e o negócio ganha credibilidade.

Investir em marketing digital

Aprender e aplicar estratégias de marketing ou contratar um profissional/agência que o faça também é fundamental para as lojas virtuais. Afinal, comércio eletrônico se trata de vendas e, para gerá-las, são necessárias ações mercadológicas efetivas.

Para se destacar na internet, não basta criar um e-commerce e inserir produtos. É preciso utilizar estratégias para atrair clientes, se relacionar com eles e fazer negócios. Algumas delas são:

  • links patrocinados (anúncios);
  • marketing de conteúdo;
  • SEO (otimização para mecanismos de busca);
  • redes sociais.

Otimizar a usabilidade

É de suma importância que o layout do site seja fácil de utilizar e intuitivo, além de responsivo, isto é, o conteúdo de cada página deve se adaptar, de preferência, a todos os smartphones, computadores, tablets, TVs e laptops.

Uma das seções mais importantes é o checkout. O processo desde a entrada no site até o pagamento deve ser simples, o que gera mais vendas. Existe até uma regra para isso: o cliente deve conseguir realizar uma ação, como chegar à página de compra, com apenas três cliques.

Gerir o estoque

Essa prática também é essencial para ter um e-commerce de sucesso, afinal, nenhum consumidor gosta de realizar uma compra e depois se deparar com um e-mail se desculpando por erros relacionados ao procedimento ou receber seus produtos com atraso.

Para um bom gerenciamento, o empreendedor pode integrar a loja a um sistema empresarial e buscar equilibrar oferta e demanda, conforme a sazonalidade dos produtos que vende, economizando tempo e evitando que percam a validade. Também é possível reduzir custos com logística tendo um relacionamento próximo com os fornecedores.

Melhorar a logística

No Brasil, o Correios é o principal operador logístico dos e-commerce, mas existem outras opções, dependendo da região da empresa e características dos produtos. O mais importante é que fazer as entregas em dia evita tickets de atendimento acerca de acompanhamento de pedidos, reclamações nas redes sociais e ajuda muito na credibilidade da empresa e satisfação do cliente.

Além do respeito ao prazo, a forma como a loja embala o pedido também merece atenção, pois geralmente é o primeiro contato físico que o consumidor tem com a empresa e isso influencia a sua percepção do valor da marca. É preciso caprichar no material utilizado e na apresentação.

Existem formas de automatizar algumas ações logísticas, como o processo de confirmação de pedidos, embalagem e expedição. Às vezes, sai até mais barato, se você considerar o tempo e custos de realizar, por conta própria, cada uma das atividades.

Investir em segurança

A desconfiança é um dos principais motivos de desistência de uma compra na internet. É possível inspirar segurança com o uso de selos, como o da ABComm, e protocolos que provam a legitimidade do site e protegem a navegação do consumidor. Além disso, incluir informações de contato e links para as redes sociais é essencial para passar mais credibilidade.

Abrir uma loja virtual é fácil, mas mantê-la e transformá-la em um e-commerce de sucesso, com credibilidade no mercado, exige seriedade e compromisso na gestão do negócio. Esse é mais um canal de venda para varejistas e a qualidade do serviço no atendimento ao cliente e demais estratégias da empresa também devem ser aplicadas.

Curtiu nosso artigo? Então aproveite a visita e descubra agora quanto custa manter um e-commerce.