Mesmo um empreendedor que conhece o mercado pode estar fadado ao fracasso de sua loja virtual. Isso porque muitos deles, por mais inovadores que sejam, não sabem como fazer um planejamento financeiro capaz de manter a saúde do negócio.

Principalmente para quem está começando, erros no fluxo de caixa podem ser fatais. Para se ter uma ideia, a maioria das empresas fecha em três meses de atividade por conta da falta de planejamento adequado.

Para manter vivo o sonho de empreender, o planejamento é fundamental. Copiar ações da concorrência sem embasamento ou possuir dados superficiais sobre acessos e vendas são exemplos de formas rápidas de falir um e-commerce. 

Mas não se desespere, algumas medidas simples podem tirar o seu negócio do vermelho. Continue a leitura e veja nossas dicas de como fazer um planejamento financeiro para sua loja virtual. Acompanhe!

Planejamento financeiro

O primeiro passo é definir as metas do seu negócio e o que será feito para alcançá-las. Em seu planejamento também devem constar os produtos que serão vendidos e quais os seus diferenciais.

Nessa etapa, também deve ser definido o público-alvo. Dessa forma, fica mais fácil pensar em suas ações de marketing, que serão responsáveis por promover e alavancar suas vendas.

As opções de divulgação online são inúmeras. A melhor forma de definir qual será a melhor para você é realizando uma pesquisa sobre seu público para entender como alcançá-lo.

A segunda parte é como será a distribuição de recursos para esse fim. A máxima do planejamento financeiro é não gastar mais do que pode em hipótese alguma!

Mapeamento de custos

A forma correta de fazer sua contabilidade é sabendo, primeiramente, quais são seus custos fixos. Você precisa entender as necessidades da sua loja para definir como fazer um planejamento financeiro e manter a saúde do negócio.

O capital de giro também é fundamental. Uma contabilidade básica pode ajudar a calculá-lo: some os gastos físicos da loja e adicione 50% do capital de giro, assim você saberá como está o desempenho de suas operações.

Ponto de equilíbrio

Para saber se o seu negócio se sustenta ou não, é necessário determinar o ponto de equilíbrio financeiro. Parece óbvio, mas muitas empresas ignoram e acabam quebrando por conta disso. 

Se, depois de mapeados os gastos fixos (operação e marketing inclusos), o valor ultrapassar o previsto das vendas, é necessário que o varejista se reorganize. Caso a empresa não tenha o capital necessário para o seu desenvolvimento, o ideal é voltar para a etapa de planejamento e redimensionar o seu negócio, de forma que ele passe a caber no orçamento.

Margem de lucro

As vezes menos é mais. Vender produtos mais baratos e compensar no volume de vendas pode ser uma estratégia para tirar o e-commerce do vermelho. Claro, depois de aprender como fazer um planejamento financeiro adequado.

No momento da precificação leve em consideração o valor agregado do seu produto. Pense em kits e itens complementares para aumentar o seu volume de venda sem diminuir o lucro, por exemplo.

Metas

Para elaborar metas reais, pense em três cenários possíveis: otimista, provável e pessimista. Esteja preparado para reagir em qualquer uma delas. Responda as seguintes perguntas pensando em cada um dos cenários:

  • Quanto tempo levarei para atingir o meu ponto de equilíbrio?
  • Quais os piores cenários para minha operação?
  • O que pode me fazer fechar as portas?

Prepare um plano de ação para cada um dos resultados. Leve em consideração aumentar ou diminuir a verba de marketing ou reduzir a margem de lucro para aumentar o volume, por exemplo.

Por fim, para aprender como fazer um planejamento financeiro, o principal é obter dados atualizados e manter-se organizado. Dessa forma, sua loja virtual estará preparada para tomar as medidas necessárias em casos extremos.

Gostou deste post? Então leia também nosso artigo sobre porque a logística é tão importante no e-commerce!